CUIDADOS COM A SAÚDE RENAL DOS PETS

As doenças que acometem os rins, em especial a Doença Renal Crônica (DRC), são mais frequentes do que se imagina e acometem cães e gatos, muitas vezes ainda jovens. Com sintomas iniciais leves e outros inespecíficos, comuns a diferentes enfermidades, a doença evolui lentamente, acometendo os rins mesmo antes de causar sintomas. Por isso, a saúde renal deve ser motivo de atenção dos tutores. As visitas constantes a um médico-veterinário de confiança, com avaliações clínicas e a realização de exames específicos, devem estar entre as prioridades e cuidados básicos para garantir o bem-estar, a qualidade de vida e a longevidade dos pets. Confira abaixo algumas informações importantes sobre o tema:

  • O que é a campanha Março Amarelo Pet

Para esclarecer as condições relacionadas à Doença Renal Crônica (DRC) e a importância de seu diagnóstico precoce, foi criada a campanha Março Amarelo Pet na medicina veterinária. Trata-se de uma enfermidade silenciosa em seus estágios iniciais, porém, irreversível e progressiva. A princípio, pode apresentar sintomas como: maior ingestão de água, maior volume e frequência urinária, perda de peso e redução do apetite, mas, à medida que evolui, sintomas mais graves, como vômitos e diarreia, podem aparecer. Por isso, é de extrema importância realizar visitas frequentes ao médico-veterinário, que poderá fazer o acompanhamento contínuo do animal, solicitar exames específicos quando necessário e sanar as dúvidas dos tutores sobre o tema. O diagnóstico, acompanhamento e tratamento precoces permitem manter a melhor qualidade de vida ao pet.

  • Sobre a Doença Renal Crônica (DRC)

Nos quadros de DRC, os rins perdem aos poucos sua função, uma vez que a doença é progressiva. A enfermidade apresenta quatro estágios. Assim, quanto antes identificada, maiores são as chances de controle. É importante destacar que cada animal pode apresentar sintomas e necessidades específicas, com tratamentos adequados, que somente um médico-veterinário é capaz de avaliar e prescrever. Conforme a doença avança, o pet precisa de uma avaliação mais frequente. Alguns casos podem necessitar de internação, para um acompanhamento mais intensivo do pet, até que seu quadro estabilize.  

  • Fatores predisponentes da Doença Renal Crônica (DRC)

Existem alguns fatores ou doenças que podem aumentar as chances de cães e gatos desenvolverem a DRC: envelhecimento, doença periodontal e leishmaniose. O envelhecimento é um dos fatores mais associados à DRC. Assim, animais idosos precisam de um acompanhamento maior, com consultas com o médico-veterinário de confiança mais frequentes para que suas condições físicas sejam constantemente avaliadas. As doenças periodontais, como a presença de tártaro nos dentes, causam lesões nos tecidos que sustentam os dentes podem facilitar a passagem de bactérias para a corrente sanguínea, o que pode desencadear várias outras doenças, dentre elas, a DRC. Por fim, para os que residem em regiões com maior incidência de leishmaniose, é preciso atenção quanto aos sintomas desta doença, que pode futuramente desencadear a enfermidade renal.

Além dessas informações, a Vetnil disponibiliza em suas redes sociais um conteúdo de vídeos completo, com informações exclusivas, com o propósito de esclarecer as principais dúvidas e orientar sobre os cuidados que os pets devem receber aos primeiros sinais de alterações no comportamento e sintomas. Entre os temas abordados, estão: “O que é o Março Amarelo”, “Doença Renal Crônica (DRC)” e “Terapia e prevenção da DRC em pets”. Confira os vídeos na Playlist sobre o tema:
https://www.youtube.com/watch?v=Q4CCFvy_1Nw&list=PLFNnu5OsxVOgwIXFoGxnVKdToQtyZMvWJ

Sac Brasil: 0800 0109 197 Internacional: 55 19 3848-8500

Av. José Nicolau Stabile, 53 – Burck |
Louveira – SP – CEP: 13290-000 | vetnil@vetnil.com.br

Copyright © 2022 Vetnil - Parceira de quem Cuida | All Rights Reserved
logo Agência