RESSONÂNCIA MAGNÉTICA EM EQUINOS

Especialistas apontam que determinadas regiões do animal não são possíveis de acessar com os exames tradicionais, como, raio-X e ultrassom, o que pode dificultar o diagnóstico de certas lesões

Na medicina humana, o diagnóstico de algumas lesões é impensável sem o uso da ressonância magnética. Na rotina da medicina ortopédica equina, atualmente existem dois principais métodos de diagnóstico por imagem: a ultrassonografia e a radiografia.

Na grande maioria das doenças, afirma o médico-veterinário Guilherme Alberto Machado, os exames, aliados, conseguem passar as informações necessárias ao especialista para diagnosticar o animal.

Entretanto, em algumas regiões do cavalo com alta incidência de lesões, o raio-X e o ultrassom são limitados quanto a geração de imagem de qualidade para o diagnóstico. “Alterações intraósseas, por exemplo, estes exames não conseguem nos oferecer uma imagem de qualidade. É aí que entra a Ressonância Magnética. Com o auxílio deste exame, conseguimos chegar nestas regiões, avaliando tanto alterações de tecido mole quanto ósseo em zonas cegas para o raio-X e o ultrassom”, afirma Machado.

Ainda, segundo o veterinário, outro benefício do exame é, através da imagem oferecida, a possibilidade de diferenciar lesões crônicas de agudas, estipular tempo e qualidade da cicatriz e definir com maior precisão o prognóstico das lesões encontradas.

“Na minha experiência, o maior desafio que temos na ortopedia equina são, primeiro, definir o diagnóstico com precisão e, após isso, conseguir definir o tratamento e consequente o prognóstico das lesões encontradas”, ressalta Rolando Perez, médico-veterinário sócio da Clínica Esportiva de Equinos Equi Alliance.

O prognóstico para esses cavalos e proprietários, explica o especialista, é o mais importante, pois o que eles querem saber, principalmente, é se a lesão é grave, se tem tratamento e se o animal voltará a competir em alto desempenho.

Presença do exame no Brasil

Na última sexta (28), o M.V. Rolando Pérez e a Clínica Guadalupe, localizada em Nova Santa Rita, há 15 km de Porto Alegre, inauguraram o primeiro aparelho de Ressonância Magnética em equinos da região Sul do país. Ele é o terceiro do Brasil, porém o segundo em atividade comercial.

A chegada do aparelho à região é um marco para os brasileiros e também para os vizinhos Uruguai e Argentina, que agora poderão contar com essa tecnologia.

“A importância na ótica principal desse exame é a prevenção de problemas maiores, que não são possíveis diagnosticar apenas através do raio-X ou da ultrassonografia. Problemas que podem ser solucionados antes que se tornem irreversíveis. Este método de exame nos possibilita avaliar, na mesma imagem, tecido ósseo e mole de maneira com que possamos diferenciar lesões agudas e crônicas, além de aumentar a precisão do diagnóstico em regiões anatômicas”, conta Dr. Rolando Perez.

Simpósio Sistema Locomotor Equino

A inauguração da máquina de ressonância magnética aconteceu durante o Simpósio do Sistema Locomotor Equino, realizado neste final de semana (29 e 30/01), em Porto Alegre/RS.

Promovido pela Clínica Guadalupe, o evento contou com um circuito de palestras, cujos temas são ligados ao diagnóstico de imagem, lideradas pelos veterinários MV. MsC. PhD Dr. Jairo Jaramillo Cárdenas, veterinário e fundador da Equarter Educação Continuada, Dr. Júlio Paganela, co-fundador da VetEqlin Ortopedia Equina, e Dr. David Parra, fundador da Clínica Veterinária Las Troyas no Chile.

Apoio da Vetnil

A Vetnil é uma das fortes parceiras da Clínica Guadalupe e, como empresa que investe em tecnologia voltada à saúde animal, não poderia deixar de estar junto desse projeto, que traz benefícios não só para a região Sul, mas todo o Brasil.

“Parabenizamos por esse importante investimento no setor, cujo impacto na Medicina Equina será extremamente positivo. Desejamos sucesso e que sua busca pela melhoria no atendimento e diagnóstico e atendimento veterinário seja exemplo para os demais profissionais”, pontua Cristiano Sá, diretor de Marketing da Vetnil.

Sac Brasil: 0800 0109 197 Internacional: 55 19 3848-8500

Av. José Nicolau Stabile, 53 – Burck |
Louveira – SP – CEP: 13290-000 | vetnil@vetnil.com.br

Copyright © 2022 Vetnil - Parceira de quem Cuida | All Rights Reserved
logo Agência